top of page

ChatGPT Pode Substituir Funcionários


Por toda mídia tecnológica, muita gente tem comentando sobre o ChatGPT, e assim como nossos clientes nos procuraram interessados em saber um pouco mais sobre como ele pode ser útil em seus negócios, talvez essa também seja sua dúvida, afinal todos querem acompanhar as tendências e sair na frente não é mesmo?


Se você nem sabe o que é o ChatGPT, melhor que ele mesmo se apresente:


“Eu sou o ChatGPT, um modelo de linguagem de inteligência artificial treinado pela OpenAI. Meu objetivo é conversar e responder perguntas sobre uma ampla variedade de tópicos, utilizando a minha base de dados e habilidades de processamento de linguagem natural para fornecer respostas úteis e informativas. Estou aqui para ajudar e compartilhar conhecimento sempre que puder!”

Atualmente, ele basicamente funciona como um sistema de perguntas e respostas sobre uma ampla variedade de tópicos, desde história e ciência até cultura pop e entretenimento em diferentes idiomas. Mas para além, pode fornecer informações sobre notícias e eventos atuais, dar sugestões, recomendações de acordo com as preferências dos usuários. Faz resumos, cálculos, e inclusive escreve textos sobre tópicos complexos baseados nas informações inseridas em seu banco de dados até setembro de 2021. Tudo como se estivéssemos conversando com uma pessoa de uma forma bastante natural.


Recentemente, a tecnologia foi aplicada ao Bing, buscador da Microsoft, e neste caso também utiliza os dados da internet para produzir respostas.


Muitos ficaram empolgadas com o leque de possibilidades quase infinitas que se abriram, já interessadas em aproveitar essa tecnologia em seus negócios, desde facilitar nas tarefas do dia a dia a reduzir o custo na folha de pagamentos de funcionários.

Por outro lado, alguns trabalhadores estão preocupadas com o corte de empregos, a medida que algumas funções se tornarão obsoletas ou facilmente substituíveis pela nova tecnologia.


Felizmente, e/ou infelizmente, a modernidade tem destas coisas.


A Meet Publicidade perguntou ao próprio ChatGPT se ele substituiria a empregos, e ele disse que não, afinal ele não pode substituir uma expertise muito humana que é a criatividade.


E você pode ficar tranquilo, uma vez que uma IA só consegue lidar com aquilo para o qual foi programada, ela só consegue fazer aquilo que um humano ensinou a fazer por meio da programação.


Do ponto de vista da Meet, esse tipo de tecnologia, em futuro próximo, pode, sim, substituir o atendimento humano e assumir as funções de atendimento ao cliente de forma muito mais eficiente que os Chatbots atuais e sem os possíveis problemas de mau atendimento gerado pelo desequilíbrio emocional humano. O que pode ser muito benéfico aos empresários em termos de redução de gasto com mão de obra e melhora da eficiência dos atendimentos, o que, na ponta, também será benéfico para o cliente.


Além disso, enxergamos como uma possibilidade real ser usado para produzir e corrigir textos, inclusive e provas escolares. O que pode gerar um corte de mão de obra de redatores, revisores, jornalistas e até professores de alguns cursos e disciplinas, a medida que a educação a distância se cristaliza.


Mas nada disso é uma realidade atual, fique tranquilo. A tecnologia, por ser muito recente, ainda está em fase de desenvolvimento e aprimoramento, o que, em geral, significa a possibilidade de erros, por isso ainda não é viável para ser aplicada a substituir o trabalho de um profissional em nenhuma área.


Gostou do assunto? Aproveite para ler também Branding em Rede Social | Construindo sua marca em Rede Social”. Sinta-se à vontade para sugerir novos temas no nosso perfil do Instagram @meetpublicidade

Por Michelle Silva,

Co-founder Meet Publicidade




bottom of page